EP words of the week (#118): czar / czarina

Olá a todos! Bem-vindos ao segundo Words of the Week em português! Decidi não alterar os títulos em si para serem mais apelativos em motores de busca, mas o conteúdo dos artigos vai ser sempre em português (salvo alguma palavra ou ideia que acho que deva ser expressada noutra língua para vos ajudar na vossa compreensão). Volto a repetir a mensagem que deixei no artigo da semana passada: convido-vos a utilizar os comentários para colocar dúvidas sobre vocabulário e gramática que use aqui, para apontar erros ou deixar uma apreciação ao artigo. Se possível, façam-no em português!

As palavras que decidi apresentar-vos hoje são [o] czar [a] czarina, que são tão estranhas na escrita quanto na fala (mesmo apesar dos cortes de sílabas típicos do português europeu, não estamos muito habituados a uma combinação de consoantes tão fortes como /kz/). É por este nome que são conhecidos alguns monarcas (reis e rainhas) da Bulgária, da Rússia e a Sérvia (se bem que, nessas línguas, se leia tsar e tsaritsa por exemplo, em búlgaro цар / царица).

kingsimeoniibulgariaweddingprinceguillaumeobyxmfjircol
Simeão II da Bulgária (1937-presente) foi o último czar do país entre 1943 e 1946. Exilado do país durante o período comunista, em 2001 tornou-se um dos poucos antigos monarcas a ocupar cargos executivos numa república enquanto civil – foi primeiro-ministro até 2005. O seu apelido na sua vida política e social privadas, Sakskoburggotski (Сакскобургготски em búlgaro) é uma referência ao nome da dinastia da família real, Saxe-Coburgo-Gota.

Estes nomes de reis e rainhas que dominavam impérios estão ligados ao latim Caesar, “César” em português, por referência a Júlio César, o famoso ditador romano tornado epíteto de “imperador” durante o Império propriamente dito. O alemão Kaiser tem a mesma derivação.

É importante referir que czarina pode dizer respeito tanto uma rainha consorte de um czar (i.e. a sua mulher/esposa) ou a uma imperadora reinante (como Catarina a Grande, no séc. XVIII). Em algumas gramáticas, esta distinção – entre consortes e rainhas – é relevante para a formação dos nomes de outros títulos; tratarei desses casos num próximo artigo deste segmento.

Até lá, desejos de uma boa semana e de continuação de bons estudos.


Nota: Um grande obrigado ao João Duarte pela ajuda valiosa na transcrição deste artigo! Aproveitem a possibilidade de aprender a pronúncia portuguesa enquanto leem os nossos artigos :)

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s