EP idiom of the week (#141): falar chinês

Como já puderam perceber, muitas destas expressões idiomáticas ligadas a certos países, línguas ou nacionalidades apropriam-se de certos estereótipos para fazer uma ponte entre a identidade de uma dada cultura e a de quem está a falar. Se aos franceses se associa o esbanjamento e o hedonismo e aos gregos a dificuldade hercúlea de fazer qualquer coisa, o que é que se podia associar aos chineses?

Em primeiro lugar, o facto da língua ser tão diferente que é indecifrável sem algum estudo! É por isso que “falar chinês” (ou uma situação “ser chinês/chinesa para” significa não perceber nada, não compreender uma dada conversa ou situação. Quem fala chinês supostamente fala algo incompreensível, e por vezes algumas conversas em português podem ser igualmente indecifráveis (basta colocarem um grupo de engenheiros e de cientistas sociais na mesma sala para perceberem que ninguém se entende!).

chines02
Falar chinês. Fonte: Chineasy

Como é óbvio, somos nós que damos valor a estas expressões cada vez que as usamos, e em certa medida ajudamos a perpetuar certos estereótipos mais negativos; tudo isto para dizer que estas expressões são mais uma curiosidade que outra coisa. Devem ser usadas com muita moderação, mas acho que deviam aprendê-las caso um falante de português as use em conversa!

Continuação de bons estudos! :)

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s