European Portuguese word of the week (#204): alcatrão

Bom dia ou Boa tarde/noite a tod@s! Mais uma quarta-feira, mais metade de uma semana já despachada, o que significa tempo de vos dar mais uma Palavra da Semana!

A palavra de hoje é [o] alcatrão, cuja utilização mais comum em Portugal refere-se ao pavimento das estradas por onde passam os veículos (carros, motas, camiões, bicicletas, etc.). É um tipo de betume utilizado na engenharia rodoviária para criar superfícies para as estradas. Também pode ser chamado de [o] asfalto, que é o único termo utilizado no Brasil.

gray car in the middle of highway near green trees
Uma estrada pavimentada. Photo by Etha on Pexels.com

Continue reading

European Portuguese idiom of the week (#203): partir a loiça toda

Bom dia a todos, e bem-vindos a mais uma Expressão da Semana! Onde quer que estejam, espero que estejam a aproveitar o vosso 1.º de Maio (especialmente se for feriado como na União Europeia!).

A expressão que vos trago hoje não está diretamente relacionada com o feriado, mas era uma expressão que já vos queria apresentar há algum tempo. “Partir a loiça toda” pode significar o óbvio (partir mesmo a loiça), mas neste sentido idiomático quer dizer “fazer algo de surpreendente, arriscado e fora do comum”. Ou seja, a loiça acaba por ser uma metáfora para uma destruição mais ao nível de quebrar mentalidades, da iconoclastia mental.

grayscale of woman in black flat sandals walking
Partir a loiça toda. Photo by Eneida Nieves on Pexels.com

Continue reading

European Portuguese word of the week (#202): propinas

Bom dia/tarde/noite a tod@s! Aqui em Portugal está um belo dia de primavera, melhor ainda porque amanhã é feriado (diz quem sabe que as quartas-feiras, por norma um dos dias mais difíceis para trabalhar, tornam-se bem mais fáceis de passar quando há um feriado no dia a seguir!).

Para hoje, escolhi uma Palavra da Semana relacionada com dinheiro, mas que tem sentidos diferentes dos dois lados do Atlântico. A palavra é [a] propina ou [as] propinas. Em Portugal, as propinas são um pagamento em dinheiro feito a uma instituição de ensino superior (uma universidade ou politécnico) para pagar um curso – o valor pode ser pago mensal ou semestralmente, dependendo do tipo de curso e de universidade. O valor máximo das propinas para um ano de licenciatura é de 1.063,47€ (quando eu estive na faculdade, pagava 1.000€, 500€ por semestre). Numa universidade privada normalmente os pagamentos são feitos mensalmente.

three persons sitting on the stairs talking with each other
Jovens na universidade. Photo by Buro Millennial on Pexels.com

Continue reading

European Portuguese idiom of the week (#201): estar com os azeites

Olá a tod@s, e bem-vind@s a mais uma Expressão Idiomática da Semana, agora já em direção às trezentas!

Como já vos tinha dito outras vezes, é muito normal que uma língua utilize elementos do quotidiano para formar estas novas expressões, dando um sentido diferente a ideias que fazem parte do imaginário coletivo de uma população.

Por exemplo, com a expressão de hoje, estar com os azeites, que significa estar mal-humorado, mal-disposto, por outras palavras, “ter acordado com os pés de fora [da cama]”! Sim, estas expressões são mais ou menos equivalentes!

Num país onde o azeite é rei (há muitas zonas do país onde as oliveiras são cultivadas e o fabricado o azeite, e os portugueses adoram o azeite para cozinhar e temperar a comida), faz todo o sentido que haja expressões idiomáticas/populares com este alimento tão comum!

bowl being poured with yellow liquid
Azeitonas e azeite. Photo by Pixabay on Pexels.com

Continue reading

European Portuguese word of the week (#200): fixe

Olá a tod@s! Bem-vindos a uma Palavra da Semana muito especial! O artigo de hoje é o número duzentos (#200)! Ainda não acredito que continuo a escrever este blogue passados mais de três anos! É com a vossa ajuda – dos meus leitores de sempre, dos meus apoiantes do Patreon e do João Duarte, um amigo e voluntário – que continuo a escrever conteúdo para o blogue, coisas que espero estarem a ajudar-vos a melhorar o vosso conhecimento da língua portuguesa e da cultura de Portugal. Obrigado por me terem ajudado a chegar às duzentas Palavras/Expressões da Semana ao longo destes trinta e nove meses!

Palavra de hoje não podia ser mais portuguesa! Falo-vos de fixe, o nosso adjetivo preferido!

Fixe é uma palavra que é utilizada em especial pelos mais jovens, já que é uma forma relativamente informal/coloquial de afirmar que algo é ótimo, excelente, fantástico. Talvez seja uma forma mais rápida e menos entusiasta de dizê-lo, mas isso só a torna mais útil.

man in red crew neck sweatshirt photography
“Que fixe!” disse este homem depois de descobrir que tinha ganhado a lotaria. Photo by bruce mars on Pexels.com

Continue reading

European Portuguese idiom of the week (#199): com uma perna às costas

Bom dia/tarde/noite a tod@s, dependendo de onde (e quando) estiverem a ler este artigo! Obrigado pelo interesse e por quererem conhecer mais uma Expressão da Semana!

A expressão de hoje é muito simples: com uma perna às costas significa “facilmente, de forma fácil, sem esforço”. Portanto, tem o efeito de um advérbio de modo, e pode ser utilizada com atividades para expressar a ideia de que algo é relativamente fácil de fazer, que seria possível fazê-lo até mesmo com uma perna presa nas costas. Ou seja, pode parecer difícil para algumas pessoas, mas não o é para nós (ou sobre quem estivermos a falar).

man wearing blue shorts holding vehicle tire facing waterfalls
Este homem consegue carregar aquele pneu com uma perna às costas. Photo by Oliver Sjöström (https://ollivves.com) on Pexels.com

Continue reading

European Portuguese idiom of the week (#197): soltar a franga

Olá a tod@s, e bem-vindos a mais uma Expressão Idiomática da Semana!

A expressão de hoje é uma homenagem à primavera que está quase a chegar ao Hemisfério Norte por estes dias! Não é que os portugueses se possam queixar muito que o tempo de inverno não nos deixa fazer muita coisa – Janeiro e Fevereiro foram frios, mas sem muita chuva -, mas é mesmo quando as temperaturas aumentam que os portugueses se sentem melhor, bem dispostos a soltar a franga!

“Soltar a franga” significa desinibir-se, fazer algo sem inibições, livre, sem pudores, com extravagância, perdendo a timidez. Uma franga é uma galinha que ainda não põe ovos, e por isso também está subentendida uma ideia de liberdade (soltar, libertar) e de juventude.

people festival party dancing
Pessoas a soltar a franga num concerto. Photo by daniel dinu on Pexels.com

Continue reading

European Portuguese word of the week (#196): peão

Olá a tod@s! Espero que estejam prontos para mais uma Palavra da Semana!

Uma das coisas que mais me surpreendeu à medida que escrevo estes artigos (e já são quase duzentos!) é que uma das áreas onde se encontram mais diferenças entre o português falado em Portugal e no Brasil é na área dos transportes e da mobilidade. É uma situação conhecida em Portugal porque estamos habituados a ouvir muitas destas palavras nas telenovelas ou com família e amig@s brasileir@s, mas fui-me apercebendo mais do volume de diferenças enquanto fui escrevendo estes artigos!

A palavra do dia de hoje é mais uma delas! Falo-vos de [o] peão, que se refere a qualquer pessoa que passeia a pé. É um termo mais técnica, utilizado no Código da Estrada e em situações mais formais para os utilizadores da via pública que andam a pé. É por essa razão que falamos em passadeiras de peões, como a que veem na foto abaixo.

people brasil guys avpaulista
Peões numa passadeira. Photo by Kaique Rocha on Pexels.com

Continue reading

European Portuguese idiom of the week (#195): acordar com os pés de fora

Boa tarde a tod@s! As manhãs são uma altura muito complicada para muitas pessoas: diferentes tipos de pessoas têm diferentes tipos de acordar, independentemente das suas personalidades quando estão acordadas! Há quem acorde bem-disposto, há quem acorde um pouco chateado ou irritadiço, e há quem seja verdadeiramente insuportável antes de lavar a cara ou de beber o seu primeiro café do dia!

A expressão acordar com os pés de fora é utilizada para clarificar que alguém acordou rabujento ou resmungão, de maus humores, transferindo a ideia física de os pés estarem fora do colchão ou da cama para um estado emocional também mais alterado.

alone bed bedroom blur
Acordar com os pés de fora. Photo by Pixabay on Pexels.com

Continue reading